06 maio 2015


#TOP 6 Alimento Excluído Arroz

0



Olá amores tudo certinho? #TOP 6 de hoje está imperdível,  afinal vamos falar de um alimento meio polêmico pois é um dos alimentos mais consumidos pelos brasileiros, um item típico do prato muito conhecido no meio nacional e internacional ... sabem de quem estou falando: O ARROZ.

Eu comia muito arroz, mas notei que ficava muito inchada, com sonolência no final do almoço e com muita preguiça rsrsrs. Quando inicie a reeducação alimentar logo substitui pelo arroz integral, pois ele tem mais fibra e pensava que era mais saudável, lembrando que é um alimento que contém Glúten.

E emagreci quando parei de comer arroz e me ajudou muito na digestão sem contar que foi uma mão na roda para minha constipação intestinal. As primeira semanas notei que ao almoçar não sentia mais sonolência nem peso na minha barriga... lembrando que foi uma decisão minha... e sim substituo o arroz por outros tipos de carboidratos mas saudáveis como por exemplo repolho, couve-flor e etc.

Iniciava uma pesquisa sobre esse alimento e encontrei alguns médicos e nutricionista além de achar um post sobre assunto comprovado cientificamente sobre o arroz e vim trazer aqui para vocês.
Vamos conferir:



Hoje vim falar desse alimento presente nos pratos de quase toda a população brasileira. Sobre os mitos a respeito do arroz, o impacto dele no emagrecimento e sobre as questões de saúde envolvidas.
O Arroz foi domesticado entre 8200 a 13.500 anos AC, no vale do Rio Das Pérolas, na China. É a terceiro maior cultivo do mundo, atrás do milho e da cana de açúcar. O arroz alimenta metade da população humana e provê mais de 20% das calorias consumidas no mundo. Chega a ser 80% do que as pessoas comem. Sem o arroz, não existiria a civilização como a conhecemos..


Anti nutrientes

Enquanto semente, o arroz tem uma série de mecanismos de defesa e sobrevivência, os antinutrientes. Estes anti-nutrientes existem para evitar que predadores consumam os grãos. E a maioria dos grãos possui alguma forma de anti-nutriente. No arroz, os anti-nutrientes estão localizados principalmente na casca e no farelo:
Fitato
O fitato se une aos minerais, dificultando a absorção de minerais dos animais que o consomem. Os Ratos evoluíram um mecanismo de digestão do fitato, mas nós, seres humanos, não. O calor não modifica o fitato, mas uma vez que ele está localizado no farelo, não está presente no arroz branco. Por causa do fitato, pessoas que consomem arroz integral tendem a ter níveis menores de minerais do que pessoas que comem arroz branco.
Inibidores de Tripsina
A Tripsina é uma enzima que nós mamíferos produzimos, que facilita a quebra e absorção dos aminoácidos. Com as tripsinas inibidas, fica difícil digerir proteínas. Esses inibidores estão presentes principalmente na casca e no farelo, e não no arroz branco. O calor também desativa esses inibidores no farelo.

Hemaglutinina

A Hemaglutinina adere aos receptores de carboidrato no tecido intestinal e impede a absorção de nutrientes. Por sorte, ela também está presente apenas no farelo é também é desativada pelo cozimento.
O arroz também possui alérgenos podem causar reação alérgica em pessoas com doenças autoimunes e/ou alergia a grãos no geral.


Nutrientes

O Arroz Integral supostamente é mais nutritivo por conservar os nutrientes farelo, mas como podemos perceber, esse mesmo farelo inibe a absorção de grande parte desses nutrientes e os torna menos biodisponíveis pra nós. Ou seja, a história do arroz integral ser mais saudável é um mito. Aqui também se encaixam as variedades de arroz selvagem.
O arroz branco é neutro. Embora seja fonte de energia e quase que puramente amido, ele não contém muitos micronutrientes(vitaminas e minerais). O arroz branco é apenas o núcleo do grão, sem a casca e o farelo. Não conte com o arroz branco como fonte de nutrição.
O arroz parboilizado é cozido com o farelo e a casca antes de ser descascado, pra aumentar o valor nutritivo. Depois de descascado há um aumento pequeno na quantidade de minerais e um aumento maior na quantidade de vitaminas. O arroz parboilizado também pode ser fonte de amido resistente do tipo 3. Basta resfriá-lo ou congelá-lo antes de reaquecer e consumir.

Emagrecimento

No emagrecimento, é melhor pensar em escalas:
A melhor solução possível para emagrecer é evitar o arroz no seu dia a dia, ou consumir muito esporadicamente, no seu dia de folga, por exemplo.
A segunda melhor solução possível é consumir o arroz parboilizado posteriormente resfriado pra formar amido resistente, que alimenta a nossa flora intestinal benéfica. Ele causa a menor resposta glicêmica. É um alimento denso em carboidratos, portanto, se você vai conseguir emagrecer ou não vai depender da resposta individual do seu organismo e das quantidades que você consome.
Quanto ao arroz branco e integral, eu evitaria, por causa da glicemia alta e dos anti-nutrientes no arroz integral. Muito provavelmente eles vão interferir no seu emagrecimento. Só abriria uma exceção para o arroz branco no dia de folga.


Fonte: Emagrecer de Vez


É isso pessoal espero que vocês tenham gostado e amanhã # TOP 5 ... Fiquem com Deus!!!

0 comentários:

Mostrar Emoticons

Postar um comentário

Agradecemos desde já seu comentário, assim podemos fazer do blog Reeducação Alimentar cada vez melhor com sua participação. Qualquer dúvida é só nos perguntar que responderemos em breve. Beijos!